Plugmetal Magazine

Pesquisar
Pesquisar pelo termo exato
Pesquisar por título
Pesquisar pelo conteúdo
Pesquisar por trechos
Filtrar por postagem
Posts
Conteúdo do dia:

Entrevista com a banda Energema

Olá amigos!!….Obrigado pela entrevista , meu nome é NICOLAS WALDO, violonista, teclista, compositor e fundador do grupo ENERGEMA de Power Metal da Colômbia.

1- Ao ouvir o álbum sentimos uma leve influência do Helloween, na verdade quais foram as influências sonoras do álbum?

Nicolas Waldo: Helloween por serem os pioneiros do power metal é sem dúvida uma grande influência para todos nós que fazemos música power metal, ainda que não possa dizer que esta é a unica banda que escuto, ou,
a unica música que me influência.

Além da Energema, eu tenho um projeto solo instrumental com o qual eu gravei mais de 8 álbuns e sou muito influenciado pela escola de grandes guitarristas como Petrucci, Michael Angelo Batio, Impelliterri, Jason Becker, etc etc por isso, se você ouvir atentamente a Energema, o seu som tende a tomar outra direção em guitarras muito diferentes do Helloween ou bandas relacionadas.

Plugmetal Magazine: Isto é realmente interessante nós não sabíamos deste teu outro projeto, e muito menos de toda esta tua bagagem artística isto é realmente surpreendente, acho que deveria ter pesquisado mais sobre a sua vida musical antes da entrevista, ao invés de somente buscar informações sobre Energema rsrsrs ( risos), agora sem brincadeiras, a sua qualidade como músico é inegável, tua  técnica é muito boa, é exatamente este tipo de coisa que diferencia um músico de momento ( passageiro), de alguém que veio ao mundo para deixar o seu nome registrado na história do Metal, neste caso Power Metal.

2- A parte técnica de World “of Zionix” foi muito bem desenvolvida durante todo o álbum, deu muito trabalho desenvolve-la?

Nicolas Waldo: Em cada álbum que fazemos nos preocupamos em dar o melhor que temos naquele momento musical e tecnicamente, neste caso particular de “World Of Zionix”, a parte técnica foi desenvolvida sob um trabalho árduo de constância, disciplina, muitas horas de prática, muito metrônomo para que possamos desenvolver o som que queríamos no álbum.

Plugmetal Magazine: Hum… Então o processo de produção foi muito delicado, aliás para qual banda não o é, foi em um processo de produção que o David Mustaine foi expulso do Metallica por só chegar embriagado, espero que esse tipo de coisa nunca lhes ocorra rsrsrs, ( risos).

3- Quem cuida da parte lírica da banda, digo quem escreve as letras?

Nicolas Waldo: Eu sou o compositor da parte musical ( instrumental) e da parte lírica ( letras) em 100% no ENERGEMA.

Plugmetal Magazine: Entendo… Não é raro que ocorra este tipo de coisa, creio ser por este motivo que as letras e a parte musical se encaixem tão perfeitamente, as coisas fluem melhor quando uma única mente criativa planeja todo o arranjo musical.

4- No momento desta entrevista, verificamos rapidamente que no canal oficial da banda no YouTube há 352 registrados, e comentários de pessoas de várias partes do mundo, especialmente os comentários no álbum “World of Zionix” foram muito positivos, você atribui esse sucesso do álbum à qualidade técnica inegável dele, do trabalho em equipe ou de alguma outra coisa? …

Nicolas Waldo: Acho que ainda estamos no processo a bem da verdade; Apesar de sermos uma banda jovem (completamos 3 anos de existência em junho), nossas experiências passadas e nossa jornada musical fizeram a Energema trabalhar com mais profissionalismo e mais visão, acho que fez a diferença em muitos aspectos, mas ainda estamos trabalhando fortemente para cada dia poder posicionar mais a banda no mercado musical.

Plugmetal Magazine: Essa realmente é uma boa visão, nada como preparar bem os trabalhos musicais para se consolidar no mercado, ainda mais no caso do Power Metal em cujo a quantidade de bandas existentes é enorme e muitas com sonoridades parecidas.

5- Vamos falar da produção geral do trabalho desde a composição lírica e da parte sonora até a entrada no estudo, conte-nos como ocorreu esse processo.

Nicolas Waldo: Eu costumo começar a fazer a pré-produção do álbum, escrevendo todo o material na partitura e revisando cada detalhe da composição, as seções das músicas, as letras, etc.

Uma vez que o álbum já está composto, guitarras, baixos, as melodias da voz, as letras, etc. o material é passado para os outros membros da banda para que os assuntos, seções, letras, etc sejam aprendidos e então

entramos no processo de gravação, mixagem, etc.

Essa tem sido a dinâmica do trabalho desde a formação da banda.

Plugmetal Magazine: Novamente agradeço por conceder-nos esta entrevista, agora falaremos um pouco da história do Energema.

6- Conte-nos como surgiu a banda, e qual a história por trás de seu nome.

Nicolas Waldo: Perfeito! … Energema nasceu em 2015, eu estava trabalhando com um grupo de power metal chamado VORPAL NOMAD entre 2010 e 2013 com Felipe Machado Franco; Ele é um renomado ilustrador de  bandas por todo o mundo como Rhapsody, Blind Guardian, Rage, etc e ele era o cantor do projeto e nós éramos os fundadores dessa banda.

Com Vorpal Nomad, gravamos 2 álbuns de estúdio “The Spirit Machine” e “Hyperborea”, mas houve algumas diferenças profissionais que não puderam ser resolvidas e a banda se separou. Anos depois, em 2015, decidi continuar com o processo musical de uma banda de power metal e fundir a Energema com os músicos mais próximos na época de Vorpal Nomad ao meu trabalho como compositor que eram Daniel Pinzon no Bajo e Andres Parada na guitarra do ritmo.

A palavra ENERGEMA é o poder sobrenatural do criador que foi usado para a criação do bem conhecido e desconhecido.

Plugmetal Magazine: O significado deste nome realmente me surpreendeu, é um significado muito marcante e que trás uma profunda reflexão.

7-Segundo fontes confiáveis ​​”The Lion’s Forcers” produzido pela Sleaszy Rider Records foi a primeira produção de estúdio de Energema, conte-nos como foi essa experiência.

Nicolas Waldo: Sleaszy Rider Records é um selo europeu, pontualmente da Grécia que produziu nossos dois álbuns de estúdio “The Lion’s Forces” e “World Of Zionix”.

A Sleaszy Rider Records é uma produtora reconhecida que já trabalhou com artistas como Motorhead, Place Vendome, Whitesnake, Def Leppard, entre outros, e com quem tivemos a oportunidade de assinar estes dois álbuns de estudo – Sem dúvida, eles têm sido uma peça importante no desenvolvimento da banda durante esses 3 anos de existência.

Plugmetal Magazine: Uma produtora de peso, somados a qualidade técnica inegável de Energema, só poderia refletir na boa aceitação do público que aliás será o próximo assunto tratado.

8- Seus trabalhos sonoros foram apreciados de países próximos à Colômbia como o Brasil de onde falamos, para países distantes como a França, você imaginou este tamanho sucesso tendo apenas dois álbuns lançados em estúdio? ..

Nicolas Waldo: Nós não sabemos se somos tão bem sucedidos quanto você diz (hahaha … risos), mas o que realmente queremos é fazer o que gostamos. Além das cifras, números, etc. o que queremos é fazer o que gostamos e somos apaixonados e bem … se a nossa música atinge fronteiras diferentes, já é um “plus”, mas realmente queremos fazer as coisas com honestidade e com o maior profissionalismo possível.

Plugmetal Magazine: No cenário internacional, o nome Energema está cada vez mais ganhando destaque devido à garra, atitude e qualidade de

som do seu trabalho, a primeira vez que ouvimos o som da banda, nos
pareceu estar ouvindo o álbum de uma banda com muitos anos de uma carreira triunfante, acreditamos que eles terão um futuro brilhante na música.

9- Você planeja alguma turnê para este ano?

Nicolas Waldo: No momento, estamos focados em fazer música e fazer discos. Algumas semanas atrás, nosso vocalista Alejandro Pinzon, que gravou nossos dois primeiros álbuns, decidiu deixar a banda por decisão pessoal e agora estamos trabalhando com um novo membro nas vozes, este é David Camilo Solano.

No momento, estamos interessados de fato ​​em nos concentrar em um novo terceiro álbum, onde ele estará nas vozes e assim que terminarmos esse processo, vamos nos concentrar em uma possível turnê local. Mas no momento nosso objetivo é continuar fazendo música e que as pessoas saibam sobre o nosso trabalho artístico através dos discos principalmente.

Plugmetal Magazine: Um novo álbum isso soa como ouro aos nossos ouvidos, Andy o nosso mascote que na verdade ´é um crânio, (a crise que atinge a América Latina nos impediu de criar um desenho de corpo todo, rsrsrs ( risos)) está sentido porrada em suas orelhas nesse momento ao saber da vinda deste terceiro novo álbum ( risos novamente).

10- Conte aos seus fãs uma história engraçada que já aconteceu com vocês durante, ou , no caminho de um show.

Nicolas Waldo: Talvez foi um dia em que na hora de gravarmos nosso videoclipe “ASLAN’S CALL” do nosso primeiro álbum “The Lion’s Forces”. Eram por volta de 11 da noite e nosso baterista Mauricio Landinez então, teve que tocar bateria com toda a atitude no áudio original do tema para que sua interpretação no clipe de vídeo fosse real.

Era muito tarde da noite e a verdade soou tanto que acordeamos os vizinhos que chamaram nossa atenção por causa do volume. Foi algo que nunca vou esquecer! … hahahaha (risos).

Plugmetal Magazine : Convivi com um vizinho do outro lado da rua que tocava bateria era uma criança de apenas 4 anos, ele tocava muito bem para a sua idade, o som parecia as vezes que estava dentro de minha casa, a maioria dos vinhos sempre reclama do baterista enquanto ele é só um anônimo, mas quando o cara consegue ganhar fama ai os mesmos vizinhos vão dizer coisas do tipo ” ele morava na minha rua”, ” sempre me encantou ouvi-lo tocar bateria em casa”. rsrsrs (risos).

11- E falando dos fãs deixam uma mensagem para seus fãs, especialmente os do Brasil, Espanha e Estados Unidos.

Nicolas Waldo: Obrigado a todos os nossos amigos e seguidores de ENERGEMA e PLUGMETAL! … Para quem não nos conhece, nós convidamos você a visitar nossas redes sociais e aprender mais sobre nossas
músicas e nossas músicas! …

Tudo de bom !, … NICOLAS WALDO

Plugmetal Magazine: Agradeço em nome de Plugmetal.com a entrevista que nos foi concedia, nós desejamos todo sucesso a Energema.

Entrevista realizada por: Wagner Barbosa

Siga Energema: Facebook | Youtube 

Por favor compartilhe:
  • 15
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •